Quanto do tráfego do seu site é impulsionado por bots? A resposta pode te surpreender. No geral, os bots respondem por quase metade de todo o tráfego da web. Os "bons" bots respondem por 20,4%, e os "ruins" respondem por 21,8%.

Hackers, scammers e fraudadores geralmente usam bots ruins para coletar conteúdo, testar credenciais de contas roubadas, emitir spam, conduzir fraudes em anúncios digitais gerando cliques falsos, realizar ataques de força bruta e extrair dados de concorrentes.

A Distil Networks mantém o controle de atividades de bots ruins em seu "Bad Bot Report" anual. A análise deste ano revela que sites de apostas e empresas aéreas comerciais sofrem uma porcentagem desproporcional de ataques ruins de bots, com 53,1% do tráfego de jogos de azar e 43,9% do tráfego de companhias aéreas, ambos advindo de bots ruins.

Outras estatísticas anunciadas foram: 83,2% dos ataques de bots ruins são iniciados pelos navegadores Chrome, FireFox, Internet Explorer e Safari; 10,4 % vêm de navegadores móveis como Android, Opera e Safari Mobile (os mais comumente usados); 82,7% do tráfego de bots ruins são originados em data centers, representando um aumento de 60,1% em 2016 e indicando que os hackers estão cada vez mais centralizando e ampliando seus esforços.

Tiffany Olson Jones, CEO da Distil Networks, pronunciou-se sobre o relatório recentemente publicado: "Este ano, os bots tomaram conta do público enquanto o FBI continua investigando o envolvimento da Rússia na eleição presidencial de 2016 e a nova legislação deu lugar a regulamentações mais rigorosas. No entanto, conforme a conscientização cresce, o tráfego e a sofisticação de bot continuam aumentando em um ritmo alarmante. Apesar da má consciência de bot estar em alta, o Relatório Bad Bot deste ano ilustra que nenhuma indústria está imune a ameaças automatizadas e uma vigilância constante é necessária para impedir ataques deste tipo"

Enquanto o número total de ataques de bots ruins continua a aumentar, o cenário está mudando. Pela primeira vez desde que o relatório Bad Bot foi publicado, a Rússia liderou a lista como o país mais bloqueado com 20,7% das empresas emitindo pedidos de bloqueio IP específicos, enquanto a China, que liderou a lista do ano passado, caiu para o sexto lugar com 8,3%.

Este é um problema que não vai desaparecer, por isso a vigilância contínua é uma obrigação.

Used with permission from Article Aggregator