Os golpes do Tech Support não são novidade, mas estão ficando cada vez mais sofisticados. Pior, gigantes da tecnologia como o Google estão achando notoriamente difícil detectá-los.

Um relatório divulgado recentemente pela conceituada empresa de segurança de dados, a Symantec, indica que os golpistas de suporte técnico estão integrando cada vez mais a otimização de chamadas em seus esquemas, o que lhes permite inserir números de telefone em páginas da web dinamicamente. Entre outras coisas, isso permite que os golpistas exibam o número de telefone de alguém que fala a língua da vítima, tornando todo o ato mais convincente e muito mais provável de ter sucesso.

Nos últimos anos os golpes de suporte técnico começaram a promover seus "serviços" por meio de anúncios, onde afirmam ser centros de serviços autorizados e legítimos para empresas como Apple, Microsoft ou Dell. O reconhecimento da marca e a apresentação profissional se combinam para deixar as vítimas à vontade.

Eles são tão espertos e profissionais e seus "funcionários" tão bons em imitar os funcionários de centros de serviços legítimos que pode ser virtualmente impossível distinguir as empresas reais das falsas.

David Graff, Diretor de Política Global de Produtos do Google, declarou: "Durante muitos anos, consultamos e trabalhamos com agências policiais e governamentais para abordar abusos nessa área. Como a atividade fraudulenta ocorre em nossa plataforma, é cada vez mais difícil separar os maus atores dos provedores legítimos"

O Google está tomando medidas para tentar combater a ameaça crescente. Recentemente eles fizeram uma mudança em sua política no que se refere a empresas de suporte técnico, aceitando apenas anúncios de fornecedores de suporte terceirizados verificados.

Mesmo com essa camada adicional de proteção, no entanto, o golpe de suporte técnico está prosperando. Os golpistas já começaram a dar passos para contornar as novas restrições chamando suas vítimas. Na maior parte, isso provou ser uma tática bem-sucedida para eles. No entanto, em pelo menos um caso (onde os golpistas chamaram a Polícia da Nova Zelândia) terminou muito mal para os criminosos.

Used with permission from Article Aggregator